fbpx
Loading...

Realidade aumentada. O que é? E como vai mudar o futuro?

A realidade aumentada chegou e veio com tudo. É mais uma maravilha da tecnologia que tem e terá uma infinidade de utilizações que vão transformar nossas vidas em diversos aspectos. Ela pode ser usada em várias situações, como um instrumento para utilização de manuais de máquinas e aparelhos, ou servir de orientação para médicos que poderão auxiliar cirurgias e exames, mesmo estando a milhares de quilômetros de distância. E com certeza o desdobramento disso, ainda vai proporcionar a utilização desta tecnologia em questões que ainda nem conseguimos imaginar.

A imaginação humana não tem limite, daqui pra frente a realidade aumentada fará parte da nossa rotina. Já pensou em receber instruções de uso dos recursos de seu carro novo, através de objetos virtuais que podem mostrar exatamente quais passos deve seguir? Ou ler um livro onde no ápice da trama, as cenas são relevadas a você através de imagens que saltam de suas páginas? E no Teatro? Já imaginou um cenário de Romeu e Julieta, entre as ruas de Verona, bem ali na sua frente, dentro de um palco? Um mundo de interação e maravilhas.

 

É MÁGICA? NÃO! COMO ISSO FUNCIONA? Para formar a realidade aumentada precisamos basicamente de:

  1. Câmera que possa transmitir a imagem deste objeto
  2. Software específico que lê a imagem deste objeto, através da câmera.

Capta-se a imagem do objeto com a câmera, que estará conectada ao software, que em tempo real criará o objeto virtual. Teremos um dispositivo de saída, que pode ser um monitor ou TV, que vai exibir o objeto virtual em sobreposição ao real.

O programa recebe as informações, faz a leitura dessas informações e emite uma resposta, que vai desde uma forma geométrica que salta aos olhos diante do dispositivo no qual está sendo exibido, até reações mais complexas e de interatividade. Por exemplo, uma personagem que reage a um estímulo do espectador.

 

 

NA PRÁTICA, COMO FUNCIONOU NO RIO EM 2016?

Um exemplo bem-sucedido do uso da realidade aumentada, foi em 2016 nas Olimpíadas do Rio, para incentivar atletas brasileiros. A agência J. Walter Thompson em parceria com o estúdio de animação Le Cube, criou uma campanha chamada #NopulsodoBrasil. Nela, os atletas ganharam uma pulseira que continha um vídeo de realidade aumentada revelada pela câmera de celular. Era um vídeo sobre o Ayrton Senna e o orgulho que ele tinha de representar o Brasil em suas competições. Isso teve um grande impacto nos atletas. Uma maneira sensacional de promover a força e a gana de que os atletas tanto necessitam para essas competições de alto nível.

Essa é uma ideia fantástica para promover produtos e empresas, com conteúdo relevante para seus consumidores. Sem dúvida é uma ferramenta que vai conquistar todo mundo.

A tag-ID tem a pulseira que suporta essa tecnologia. Traga sua ideia e vamos juntos nessa! Que saber mais? Clique aqui e fale conosco.